Línguas

  1. Conhecer as origens do idioma escolhido e da língua portuguesa.
  2. Citar os países onde se fala o idioma escolhido, sabendo a localização, no Brasil, dos órgãos oficiais (Embaixadas, Consulados, etc.) de pelo menos 1 (um) desses países, bem como os serviços que prestam.
  3. Conhecer o vocabulário básico escoteiro no idioma escolhido (pelo menos vinte termos) e conhecer a organização do Escotismo em três, países que falem esse idioma, se o Movimento Escoteiro for reconhecido nesse número de países.
  4. Traduzir uma conversa de 10 (dez) minutos, entre uma pessoa falando o idioma escolhido e outra falando português.
  5. Ler e traduzir, sem auxílio de outra pessoa, uma passagem de 1 (um) livro, jornal ou revista no idioma escolhido,
  6. Ter trocado, no mínimo, duas correspondências com pessoas residentes em algum país que fale o idioma escolhido.
  7. Manter uma conversação durante quinze minutos, no idioma escolhido.
  8. Escrever uma carta com 1 (um) mínimo de quatrocentas palavras sobre 1 (um) tema livre, no idioma escolhido.
  9. Alcançar 1 (um) Nível avançado de domínio do idioma em leitura, escrita, conversação, interpretação e tradução de textos.

 

* O jovem que conquistar a Especialidade de Línguas, em seu Nível 3, poderá utilizar no vestuário ou uniforme escoteiro, acima do distintivo anual, o “Distintivo Adicional de Idiomas”.

Níveis da Especialidade
Nível I 3 itens
Nível II 6 itens
Nível III 9 itens

O jovem tem a liberdade de escolher quaisquer itens para a conquista do nível que desejar, não sendo obrigatório seguir a ordem da numeração dos mesmos.